O impacto do Crescimento Populacional em 2018 para o Brasil

crescimento-da-populacao

O crescimento populacional no Brasil e também no mundo causa medo em muitas pessoas, principalmente quando o foco é em como isso afeta o meio ambiente e o mundo como um todo.

Para se ter uma ideia, a estimativa é que o consumo de água no Brasil e no mundo, deve crescer em 1% ao ano. O que preocupa muitos especialistas, já que os nossos recursos hídricos são finitos, enquanto que a necessidade por água só cresce.

Um levantamento feito pela ONU em 2017, demonstrava que o Brasil possuía naquela época, cerca de 207,6 milhões de habitantes. Em 2001 “apenas” 172 milhões de habitantes, um aumento de mais de 35 milhões de habitantes em menos de 16 anos.

Mas, essas perspectivas só pioram, já que o crescimento populacional previsto no Brasil só vai aumentar, até atingir o seu limite em 2047, quando estivermos em 233 milhões de habitantes.

Somente após essa data é que a quantidade de habitantes no Brasil deve começar a diminuir. Mesmo assim, a expectativa é que em 2100 ainda sejamos 190 milhões de habitantes.

Qual o impacto ambiental que isso causa?

A pergunta que não quer calar, é o que vai acontecer com o Brasil e com o mundo, já que a população só aumenta.

Atualmente somos cerca de 7,6 bilhões de habitantes no mundo todo. A previsão é que seremos 8,6 bilhões em 2030 e 9,7 bilhões em 2050.

O impacto ambiental só tende a piorar, conforme a população cresce, pois com o crescimento da população também aumenta a necessidade do consumo de alimentos e outros produtos, tais como:

  • Aumento de comida;
  • Necessidade de mais campos para criação de animais para abate (como gado);
  • Necessidade de desmatamento (legal ou ilegal) para a criação desses animais;
  • Aumento do consumo de eletroeletrônicos;
  • Com aumento de produtos eletroeletrônicos, aumenta a produção de e-lixo (lixo eletrônico), que possuem produtos químicos, que envenenam o meio ambiente, devido ao descarte incorreto;
  • Aumento da necessidade de depósitos de lixo;
  • Mais áreas desmatadas, para construção de imóveis para a população;
  • Mais poluição devido a mais automóveis movidos a combustíveis fósseis;
  • Mais poluição liberada no ar, solo e água por indústrias que não fazem o tratamento adequado dos seus efluentes;
  • Aumento do consumo de água;
  • Aumento da matéria prima para a produção de produtos para consumo;
  • Aumento da produção de plásticos, vidros e outros produtos recicláveis (mas que não são reciclados);
  • Aumento do efeito estufa;
  • Aumento da destruição da camada de ozônio;

Os impactos ambientais são imensos e variados, a lista seria muito extensa para continuarmos.

Veja Também:

Como diminuir o impacto do crescimento populacional no Brasil

habitantes-no-brasil

Para diminuir (veja bem que a palavra é diminuir e não resolver), o problema causado pelo impacto do crescimento populacional, tanto no Brasil, quanto no mundo, muitas coisas teriam que mudar.

O primeiro ponto, seria a conscientização da população para um melhor uso dos seus recursos naturais e de dar o destino correto para o seu lixo. Outros pontos a melhorar seriam:

  • 100% das indústrias, tratarem os seus efluentes;
  • Ser dado o destino correto para o lixo doméstico, tendo separação e coleta dos materiais recicláveis;
  • Destinação correta do lixo eletrônico;
  • Diminuição de poluentes na água, solo e ar;
  • Consumo consciente de água e outros recursos naturais;
  • Reflorestamento;
  • Diminuição do consumo de combustíveis fósseis;

O pior é que, como no tópico anterior, neste também caberia muitas outras formas de pontos a melhorar, mas precisaríamos nos estender demais.

A chave para evitar o impacto populacional no Brasil, segundo a ONU.

Segundo a ONU, a chave para evitar o impacto do crescimento populacional no Brasil e no mundo, tanto agora em 2018, quanto nos anos posteriores é mudarmos a nossa forma como nós produzimos e consumimos produtos.

Em outras palavras, precisamos consumir de forma consciente assim como produzirmos tendo em vista não termos tanto impacto ambiental, como replantar as árvores que derrubamos e reciclar tudo aquilo que produzimos. Fazer exatamente tudo aquilo que a sustentabilidade ambiental prega.

E assim, somente assim, conseguiremos dar um novo fôlego para o Brasil e para o mundo.

http://www.wdmhistoricalsociety.org